Reino do Oculto


Súcubos e Íncubos
Ambos os nomes, Incubus e Sucubus, têm origem latina. Incubus vem do verbo incubare que significa "deitar-se sobre" e Sucubus vem do verbo succubare que significa "deitar-se em baixo de". Assim sendo, Incubus são demonios machos que visitam mulheres mortais e têm sexo com elas, enquanto Sucubus são a versão feminina e atacam homens.

São criaturas descritas desde a Antiguidade Clássica, mas que tiveram seu apogeu de acordo com relatos na Idade Média. Os Incubos são demônios, ou espíritos que residem no baixo astral, que tomam a forma masculina, assim podem manter relações sexuais com as mulheres. Os Sucubos, são demônios que assumem a forma feminina, desta forma mantém relações sexuais com os homens.



Existem muitas lendas que relatam acontecimentos ou encontros com estes demônios, cada um influenciado pela sua cultura e contexto socio-político. Na era medieval acreditava-se que esta terrível criatura sugava a força vital da vítima, o que naqueles tempos representava a alma. Portanto pensava-se que os Súcubos e Íncubos roubavam almas. Mas com o passar dos séculos os habitos destes seres mudaram muito drasticamente. Começaram a assediar e a consumar atos sexuais, sendo considerado um pecado contra Deus. Estas lendas medievais provavelmente devem vir do antigo mito grego de Empusae, que eram demônios e filhas do obscuro deus Hecate. Podiam transformar-se em cadelas, vacas ou belas donzelas e deitavam-se com os homens de noite, sugando a sua forca vital até á morte.

Tambem existe outra versão que afirma que estes demônios provêm de um demônio chamado Lilith. Segundo antigas lendas Hebraicas, Lilith foi a primeira mulher de Adão. Foi feita apartir do mesmo barro que Adão antes da criação de Eva. Ela deixou Adão porque durante o ato sexual, ele deitava-se sempre por cima dela e como ela achava-se igual a ele, o ato devia se consumado com ambos deitados de lado. Após não ter o que queria, Lilith decidiu deixar o Eden e foi em direção o Mar Vermelho, para onde iam os demônios. Então, Deus enviou três anjos para trazê-la de volta. Lilith se negou a voltar ao Eden e em consequência do seu ato ela foi amaldiçoada. Começou a copular com anjos caídos e teve diversos filhos demônios que seduziam os fracos mortais no silêncio da noite.

Estes seres são estudados e combatidos desde a antiguidade. Com o passar dos séculos e, devido a grandes ocultistas, magos, padres e freis, santos, dentre outros, foram feitos vários estudos sobre eles, suas influências, o que causam aos seres humanos, como agem, e várias outras coisas, mas principalmente como combaté-los.

As pessoas relatavam que eram visitadas durante a madrugada por essas criaturas que as seduziam durante o sono. Os relatos nunca falavam do momento da chegada desses demônios porque as pessoas só se davam conta de sua presença quando o ato sexual já estava em andamento. O singular é Incubo e Sucubo.


A informação que se tem é que esses demônios se apresentavam inicialmente em forma humana, geralmente muito atraente ao padrão de beleza da época, e com isso aparentemente até obtinham a conivência da vítima. Ocorre que, ainda segundo os relatos, quando chegava o momento de ir embora, era comum que essas criaturas naquele instante assumissem as suas formas reais, sempre apavorantes e realmente demoníacas.

Apresento aqui duas representações que retratam, segundo as descrições, o que seriam esses demônios de acordo com o relato das vítimas.

Ao lado, o Incubo, um demônio masculino, está com uma mulher que aparentemente ainda não se apercebeu de sua presença.

Os relatos mais antigos provêm da mitologia grega, quando Zeus seduz Leda transmutado em Cisne. Existem tambem inumeros mitos célticos que nos falam de fadas do amor. Por exemplo, na Escocia existe uma lenda que conta que outrora existiam criaturas aladas que visitavam frequentemente jovens adolescentes em forma de Súcubos, belas donzelas ou prostitutas. Estas criaturas eram chamadas de Leannain Sith.

Tambem podemos encontrar visitas de Íncubos na religião católica. Esta afirma que Cristo nasceu da Virgem Maria e do anjo que a visitou (o que é interpretando como uma visita de um Incubo). Tambem no livro de Enoch existem relatos que afirmam que os anjos chamados de Vigilantes copularam com mulheres e deram a origem a gigantes.

Na figura ao lado, um Sucubo consuma sua relação sexual com um homem.

Antigas lendas inglesas falam-nos de uma criatura chamada Lamia. Aparecia nos cemiterios como uma bela donzela e atraia jovens incautos para a sua morte. Diz a lenda que se alguem visse uma bela donzela num cemitério deveria chamar por ela, pois as Lamias não podem falar porque têm língua bífida, como as cobras.

Muitos historiadores afirmam que os Incubos são anjos caídos em que o seu único proposito é ter filhos mortais. Estes demônios não tinham corpos e para atacarem tinham ou de animar um cadaver ou manipular um pedaço de carne humana e fazer dele o seu corpo. Tambem é referido noutras lendas que estes demônios podiam assumir a aparência de pessoas que a vitima conhecia bem, como o marido ou um vizinho.

O teologo Sinistrari, autor do livro COMPENDIUM MALIFICARUM afirmava existirem dois tipos de pessoas que eram regularmente visitadas por estes seres. Ou eram feitiçeiras que conscientemente faziam pactos com demônios ou eram pessoas pobres e simples que eram atacadas.

Santo Agostinho, livro 15 Cap. 23 em DE CIVITATE DEI, diz:

"É um fato de domínio público e que muitos afirmam have-lo experimentado ou escutado pessoas autorizadas que tenham experiência disso, que os Silvanos e os Faunos, vulgarmente chamados de Incubos, tem atormentado com frequência às mulheres e saciado suas paixões. Além disto são tantos e de tal peso os que afirmam que certos demônios chamados pelos Gauleses, Dusios, intentaram e executaram essa animalidade que, negá-lo parece imprudência."

Alguns ocultistas, hermetistas, magos, estudiosos nestes assuntos, informam-nos que os Incubos e Sucubos são gerados por formas pensamentos, que estão correlacionadas com a luxúria e a necessidade de satisfazer apetites animalescos, em âmbito sexual. Que estes pensamentos energéticos, distoam, em muito do amor verdadeiro que existe entre um homem e uma mulher. Estas formas pensamentos são geradas pela vontade de satisfazer as necessidades sexuais bizarras, apetites eróticos de uma mente desequilibrada.

Paracelso afirma que a roupa suja com sémem e estendida ao sol, cria certas larvas (energéticas), ou espíritos lascivos que não só se alimentam deste fluído vital desprendido do próprio sémem, mas ainda tentam à pessoa por meio de sonhos eróticos ou de outra forma qualquer, para que nova expulsão de sémem se produza. Se compreendermos que os Incubos e Sucubos são formas mentais e, não são realmente espíritos, mas sim, demônios criados por nossas mentes, podemos entender que estes seres são mais temíveis e mais perigosos que os espíritos maléficos, pois, objetos sagrados, orações, exorcismos em nada adiantam para eles, pois não temem Deus, muito menos as coisas que Dele provém.

O padre Sinistrari d'Ameno em DE DOEMONIALITATE, refere-se aos Incubos e Sucubos, dizendo:

"Para afastar o Espírito Malígno, para faze-lo tremer e rugir, é suficiente, como diz Guaccius, o Nome de Jesus ou de Maria, o signo da Cruz, a aproximação de santas relíquias ou de objetos bentos..., ao sinal da Cruz, formado por um dos assistentes e pronunciando simplesmente o Nome de Jesus, faz Diabos e Bruxas desaparecerem conjuntamente."

"Os Incubos, ao contrário, submetidos a essas provas, não fogem de modo algum nem manifestam o mínimo susto ou pavor; às vezes é mesmo uma chacota ou escarneo que recebem os exorcistas; há também alguns que, além de mofarem do exorcismo, ainda dão uma sova no Exorcista ta e rasgam-lhe as vestes sagradas..."

"... enquanto que os Incubos não manifestam nenhum medo das coisas sagradas, provocam e induzem ao pecado, é claro que esses Incubos não são nem maus Demônios nem bons Anjos; é claro, também, que não são criaturas humanas, embora sejam dotados de razão. Que serão estes espíritos?"

Bem, chegamos a uma questão: como se livrar dos Íncubos e dos Sucubos? Se eles não são demônios ou espíritos maléficos, em nada adiantaria o exorcismo. Se não são humanos, não adiantaría, por sua vez, em nada os julgamentos e as leis dos homens.

Ora, vejamos o que escreve o padre Sinistrari acerca de como evitá-los ou, pelo menos, quais caminhos deveremos seguir:

"Guaccius, Comp. Malef., diz: "... inconformado pelos conhecimentos que temos de muitas ervas, pedras e substâncias animais que tem a virtude de expulsar ou afugentar os demônios, Incubos e Sucubos, como a arruda, o hipericão, a verbena, a calaminta, a mamona, a cent urea, o diamante, o coral, o azeviche, o jaspe, a pele da cabeça de um lobo ou de um asno, os mestruos das mulheres dentre centenas de outras coisas...""

Frei Zacharias Vicecomes em seu livro COMPLEMENTUM ARTIS EXORCISTICAE, editado em Veneza no ano de 1600, diz-nos algumas coisas para afugentar estes seres:

"A pedra Azeviche, encontrada no rio da Sicília, levada com a pessoa, destrói os malefícios, fantasmas e perseguições noturnas de demônios Íncubos e Sucubos..."

Este assunto pode parecer meio fantástico, ainda mais com toda a evolução científica e tecnológica... Todavia, devo ressaltar que tanto os Íncubos quanto os Sucubos existem. Já cuidei de pessoas que foram "atacadas" por estes tipos de seres. Estes seres não são de fácil compreensão, muito menos, tão fácil é livrar-nos deles, pois, os Incubos e os Sucubos podem ter sua origem em vários sentidos...

Expus o assunto a título de conhecimento para vocês, sem me aprofundar demasiadamente sobre eles.

Um fato curioso que não poderia deixar de expor aqui é que, além de originarem-se de formas-pensamentos, existem várias outras origens. Alguns casos que vivenciei, os seres que falamos até agora eram, na verdade, espíritos desencarnados de maridos ou esposas que retornaram às suas práticas sexuais, com os que aqui na terra deixaram. Eles também podem pertencer a uma classe mutante dos elementais, quer sejam os gnomos, sílfos, etc.

Em suma, este assunto, sobre os Íncubos e Súcubos, é extremamente extenso e complexo. Espero que pelo menos eu tenha exposto a título de conhecimentos gerais, para vocês. Os Incubos e Sucubos tentam as pessoas e sugam-lhes as energias, até o ponto de convalescência. Eles são extremamente perigosos. Mas, particularmente, eu tenho outra interpretação para este mito medieval.

Eu considero o fato de que se tratava de uma sociedade autoritária, moralista e de um temor religioso exagerado. Mas a libido do ser humano tinha de ter vazão de algum modo, mas o sexo era visto como algo pecaminoso.

Durante o sono as pessoas acabavam tendo as chamadas poluções noturnas, e as mulheres tinham seus orgasmos e os homens tinham ejaculações. Mas vinha-lhes à mente as ameaças da Igreja, que sempre lhes lembrava a respeito do lago de fogo e enxofre que estaria esperando os "fornicadores"; e essas pessoas se sentiam acuadas por que havia a obrigação de "confessar os pecados" e então esses atos sexuais, na verdade uma reação orgânica normal, passou a ser atribuído a demônios fornicadores que "obrigavam" essas pessoas a manter relações com eles. Assim, a culpa não recaía sobre a pessoa e sim sobre um demônio. E como o problema era comum a quase todos, essas estórias se espalharam e então todos acabavam sendo "vítimas " desses demônios de vez em quando.

É apenas uma teoria minha, mas é muito mais lógica do que admitir-se que eram realmente demônios sexuais que atacavam camponeses. Para reforçar minha teoria, será interessante analisar o fato de que essas "ocorrências" eram comuns quase que exclusivamente entre camponeses, ou seja, só entre os vassalos, enquanto que os nobres pareciam não ter esse problema.

Isso tem uma explicação: os nobres em geral não tinham problemas de repressão sexual, na verdade eram bastante libertinos, e então não tinham uma libido que lhes ocasionasse ejaculações noturnas e orgasmos, já que para eles, pela facilidade da posição social, era comum a promiscuidade sexual, as orgias, etc. Mas o povo vivia sob as ameaças da Igreja e o medo lhes reprimia, e então sua libido aflorava naturalmente.

E o fato é que por muito tempo usou-se a desculpa do ataque dos Íncubos para justificar qualquer gravidez indesejada e/ou extraconjugal. Qualquer aventura sexual que gerasse uma gravidez era logo atribuída a demônios fornicadores e foi assim até que a Igreja resolveu o "problema" simplesmente declarando que os Íncubos e Súcubos haviam sido banidos dali em diante, e isso pôs fim á brincadeira daqueles que estavam adorando aventuras sexuais. Claro que conhecendo o ser humano como conhecemos é fácil deduzir que isso não abalou nem diminuiu as fornicações, mas só o que mudou é que agora tiveram de arranjar outros culpados e não mais os Íncubos e Súcubos.

Postado por Kintersya

Categories:

8 Responses so far.

  1. Este comentário foi removido pelo autor.
  2. Este comentário foi removido pelo autor.
  3. Olá eu não sou adepta a magia, mas em meus sonhos eu tenho poderes e até sou bruxa, atravesso paredes... E no ano passado tinha muito sonho com sexo, acordava cansada, só queria dormir, estava depremida, quase morri... Em um desses sonhos após a relação o homem virou um montro parecido com macaco, minha amiga é espírita me falou que era um incubus, consegui vencer eles controlando o meu desejo e com muita fé no meu Criador, mas é algo que tenho que controlar sempre se não eles voltam. Acho estranho os meus sonhos de atravessar paredes quando quero fugir, ser bruxa, meu pai ir me buscar ou beijar uma estátua feminina pedindo ajuda para uma guerra e ela se transformar em uma guerreira e me ajudar montada em um cavalo, sempre me visto com armaduras com direito a espada. Parece k quer dizer algo mas não tenho ligação com outra religião a não ser cristã e protestante, respeito a religião dos outros e gosto de ler sobre o assunto, pior é beijar uma estátua de mulher mas sou hétero, ou que sou um general o qual dá gargalhadas medonhas para um rei dizendo que venceu, que sou amiga da pomba gira ou ter pavor dela no sonho, parece não ser apenas sonho mas algo espiritua o que vc me diz? Coisa da minha cabeça?
    Franciely

  4. Arma says:

    Seu sonho pode ser uma das três opções a seguir.
    1- Fantasia/Doença.
    2- Vidas Passadas, uma, duas, várias ou todas elas.
    3- É sua tela mental tentando lhe falar algo.
    Infelizmente só você saberá qual das opções é a correta.
    No mais me reservo a comentar muito, pois posso fracassar no que isto tudo representa, mas se for 2 ou 3. Medite e irá descobrir isso facilmente, medite sem parar e saberá mais, muito mais.
    Grato
    Arma

  5. Muito grata Arma, me ajudou muito hehe finalmente criei coragem para agendar um psicólogo e um psiquiátra também, mas eu acho que é espiritual pois saio do corpo nos sonhos, sonho com entidades, até demonios um parecia ser bom todo branco em um templo branco senrado em um trono até pensava ser Deus me aproximei e disse k ate o final do ano passado não acreditaria mais em Deus, ele não teve sucesso mad md atormenta, me apeguei no cristianismo mas quero clnhecer a umbanda p ver o k me falam sobre a pomba gira pois tbm sonho com ela.

  6. Obrigado pelo conteudo aqui apresentado de uma fonte realmente confiavel


    Eli

  7. Arma says:

    Sempre Quis saber >
    Como lhe disse é uma questão complexa e profunda, provavelmente só você terá a chave deste mistério, talvez nessa vida, ou na próxima.
    Só um detalhe a maioria dos Daemons tem Alma Negra, sonhar com luz pode ser uma forma da sua tela mental lhe falar algo... ou não.

  8. Arma says:

    Elissandro Peixoto >
    Sinta-se a vontade no blog.
    Grato
    Arma

Leave a Reply

Se você possui algo interessante a dizer...